Solicite um teste

Os riscos de não proteger seus dados

06 FEV 2019
06 FEV. 2019 / por Mirella Amaral


Diariamente as empresas lidam com os dados de seus consumidores e não raramente somos bombardeados com notícias de vazamento destas.

É necessário que haja comprometimento por parte das empresas com esses dados transacionados diariamente, pois são dados que não pertencem à elas.

A segurança de informação é assegurar que essas informações confidenciais permaneçam nesse estado, sem prejudicar nenhum stakeholder.

Então onde entra a Lei Geral de Proteção de Dados?

Bom, a lei vem para assegurar algumas posições mais certas sobre a real aplicação da lei, de modo que até grandes instituições enxerguem a importância desse cuidado.

Alguns casos importantes de vazamento aconteceram na Europa e os responsáveis por eles pagarão multas multimilionárias por esse descuido.

Quer saber um pouco mais sobre cada um destes casos? Continue lendo aqui!

Condenados pelo GDPR

Não são muitos casos em que ocorreram multas multimilionárias, porém temos sim alguns exemplos de empresas massivamente compostas por dados e que se descuidaram.

O Google, nosso buscador favorito, recebeu uma multa de 44 milhões de euros por não ter a transparência necessária dos seus dados.

Eles estavam colhendo esses dados de forma forçada, caso o consumidor não concordasse com esse termo de uso, não era possível a utilização do programa.

Outro caso emblemático, é o do Facebook que recebeu em dezembro uma nota do órgão regulador irlandês falando sobre a falha em proteger os dados de seus usuários.

Esse caso específico ainda não teve retornos para a mídia, mas podemos ver que caso a multa seja aplicada o valor pode chegar ao exorbitante montante de 1,6 bilhão de dólares.

Obviamente esses valores altos são condizentes com o faturamento total dessas empresas milionárias, mas veja que o GDPR está sendo duro inclusive com essas empresas que sobrevivem dessas informações.

Mas você sabe como funcionará a multa no LGDP brasileiro?

Multas no LGPD

A Lei 13.709/18 sancionada pelo então presidente Michel Temer deu origem ao que chamamos de Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Ela estabelece padrões claros sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais.

O não cumprimento desta lei acarretará em multas tão duras quanto àquelas descritas pelo GDPR, variando entre 50 milhões de reais ou 2% do faturamento total da empresa.

Obviamente que ainda temos para nos adequarmos, nos prepararmos, porém é imprescindível notarmos a benesse em nos adiantarmos ao momento de validade real da lei.

Você sabe como sua empresa lida com dados de seus usuários hoje?

Tenha um banco de dados imenso e seguro como o do upMiner da upLexis e proteja-se dessas multas e desses vazamentos de dados.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *