Solicite um teste

Transformação digital: quem são os profissionais dessa nova era?

19 JUN 2018
19 JUN. 2018 / por Tiago Magnus

Todas as vezes em que falamos sobre transformação digital, gostamos de lembrar que ela é sobre pessoas. Isso porque, além do fato de todas as novas tecnologias estarem a serviço das necessidades e aspirações humanas, elas são pensadas e criadas pelos indivíduos que constroem essa nova fase: os profissionais da era digital.

Portanto, tão importante quanto conhecer as inúmeras ferramentas que têm transformado nossos dias e simplificado tarefas dos mais diferentes tipos é saber quais são os nomes por trás disso tudo.

O objetivo desse conteúdo é oferecer uma perspectiva ainda mais clara sobre a transformação digital e comprovar que essa evolução está nas mãos de quem quiser contribuir com ela.

As portas estão abertas! Saiba quais profissionais atuam nessa nova era e entenda o papel de cada área para que as mudanças aconteçam de fato.

Profissionais da transformação digital: você sabe quem eles são?

Habilidades multidisciplinares e com as novas ferramentas tecnológicas são cada vez mais procuradas e valorizadas. Mesmo sendo um momento de crise, os anos de 2016 e 2017 foram positivos para o setor digital e de telecomunicações.

Por causa disso, as profissões desse ramo estão em constante crescimento. Veja quais são e conheça um pouco sobre elas!

DevOps

Unindo duas funções essenciais para a era digital, o DevOps é o profissional híbrido entre Desenvolvimento e Operações.

O cargo surgiu a partir de métodos ágeis, como Agile ou Lean, em função da velocidade necessária atualmente para a criação, teste e  liberação de novos softwares no mercado.

Assim como todas as novas profissões, essa está em constante desenvolvimento, não se limitando unicamente à softwares.

 

Datascientist cientista de dados

Para além das funções tradicionais no segmento de tecnologia, hoje, abre-se um leque ainda maior de opções. Isso se deve ao fato de indústrias bastante diversificadas no mercado estarem aderindo aos recursos digitais.

A análise e interpretação de dados é uma das atividades em ascensão, e tem demandado um conhecimento estratégico dos profissionais.

Dentre os setores que mais buscam datascientists, o de consultoria se destaca, já que a interpretação de dados permite que as empresas se posicionem estrategicamente no mercado, viabilizando sua sobrevivência e promovendo uma vantagem competitiva em relação à concorrência.

De acordo com a Harvard Business School, a profissão de cientista de dados já é a mais cobiçada do século 21.

Como exemplo, podemos citar Jonathan Goldman, que, com seu alto nível de qualificação e curiosidade, alavancou as conexões entre usuários da rede social LinkedIn, aumentando em 30% a taxa de cliques na opção “Pessoas que talvez você conheça” em pouco tempo.

Tecnologias da web e Internet of Things (IoT)

 

As tecnologias da web também são uma nova fonte de profissões e carreiras, incluindo funções como desenvolvimento de aplicativos e design UX. Dentro da área de experiência do usuário, há muito espaço para inovação, o que significa um crescimento constante.

No e-commerce, por exemplo, a experiência do cliente no site ou aplicativo é um fator determinante para o faturamento de vendas. Diante disso, existem, até mesmo, serviços de consultoria voltados especificamente para UX.

Gigantes da web, como a Netshoes e a Amazon, são referências que comprovam que o investimento na experiência do usuário é uma estratégia vital, e isso traz vantagens para quem deseja trabalhar no setor.

Além disso, especialistas em IoT, sigla em inglês para Internet das Coisas, também são cada vez mais necessários, pois representam a conexão entre o mundo físico e o virtual. Essa combinação atinge desde os dispositivos eletrônicos em nosso dia a dia até segmentos indispensáveis, como o de energia, saúde e outros.

Cybersecurity — segurança cibernética

As ameaças online avançam quase que na mesma velocidade que o surgimento de novos recursos. Alguns exemplos incluem espionagem, invasão de servidores e de sites, e roubo de informações sigilosas.

Alguém tem que cuidar da vigilância online, já que, cada vez mais, empresas e pessoas utilizam os meios digitais para todo tipo de transação. Portanto, os especialistas em segurança no território virtual representam outra profissão em alta.

Habilidades na nuvem

A maior parte dos executivos já entende que a transformação digital está criando novas demandas. Por isso, encontrar profissionais com as habilidades de que os recrutadores precisam, muitas vezes, se torna um desafio.

No caso da nuvem, a maioria dos processos seletivos, nos últimos anos, tem sido relacionada a essa tecnologia, de alguma forma. Isso aponta para a crescente necessidade de olhar para ela como uma possibilidade recente de qualificação para o mercado.

Engenheiros de migração e arquitetos de computação em nuvem são dois exemplos de profissionais cada vez mais comuns na era digital.

Diante da inevitabilidade de transferir processos para a nuvem, os engenheiros de migração são os responsáveis por analisar sistemas, identificar falhas e criar soluções.

Já os arquitetos de computação em nuvem estão envolvidos com a construção e o gerenciamento dessa tecnologia de acordo com as necessidades do contratante, que pode ser um cliente ou uma instituição.

Profissionais digitais na indústria

A indústria também está acelerada no processo de digitalização e isso se reflete no surgimento de profissões que envolvam certas habilidades.

Dentro desse setor, a transformação digital ocorre tanto em relação ao design dos produtos quanto nas etapas operacionais, ligadas ao procedimento industrial em si.

Podemos dizer, então, que, nas fábricas do futuro, existirão posições de gerenciamento remoto e funcionários trabalhando com algoritmos, assim como nos segmentos de que a automatização já tomou conta.

Um exemplo dessa mudança é a Renault Nissan, representante do setor automobilístico, que inclui o conhecimento de ferramentas e tecnologias digitais em quase todos os cargos de engenharia.

Entre as outras categorias de profissionais, cerca de 20% já lidam com um veículo autodirigido e conectado.

Além disso, como consequência direta dessa transformação digital em empresas de todos os portes, há um espaço crescente para esses novos especialistas na área de Marketing (já que a maior parte dos consumidores está inserida na internet) – principalmente no Marketing Digital, devido à otimização de recursos e ao grau de eficiência que as ferramentas virtuais de propaganda e divulgação oferecem. 

Quer saber mais sobre a transformação digital para o Marketing? Confira aqui!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *